agonia
portugues

v3
 

Agonia.Net | Regras | Mission Contato | Participar
poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
armana Poezii, Poezie deutsch Poezii, Poezie english Poezii, Poezie espanol Poezii, Poezie francais Poezii, Poezie italiano Poezii, Poezie japanese Poezii, Poezie portugues Poezii, Poezie romana Poezii, Poezie russkaia Poezii, Poezie

Artigo Comunidades Concurso Crônica Multimídia Pessoais Poesia Imprensa Prosa _QUOTE Roteiro Especial

Poezii Romnesti - Romanian Poetry

poezii


 

Joăo Cabral de Melo Neto[João_Cabral_de_Melo_Neto_]

 
  João_Cabral_de_Melo_Neto_

Cidade de residência: Recife
Tem idioma padrão Tem idioma padrão


Biografia Joăo Cabral de Melo Neto

Website pessoal Joăo Cabral de Melo Neto


 
Use este endereço para acessar a página do autor : 

Authorship & Copyright Protection (beta):
 Compilações ativas deste autor: :

Estes são os textos mais recentes:

Poesia (5)
Todos (5)

Estes são os textos mais recentes:

Comentários:

Textos submetidos à livraria virtual:

Página: 1

A educação pela pedra :
Poesia 2009-10-09 (4460 Ocorrências)

Alguns Toureiros : A Antônio Houaiss
Poesia 2009-08-17 (4430 Ocorrências)

Num monumento à aspirina :
Poesia 2009-08-17 (5158 Ocorrências)

O Relógio :
Poesia 2009-08-17 (5176 Ocorrências)

Os Três Mal-Amados :
Poesia 2009-08-17 (4689 Ocorrências)


Página: 1





Biografia Joăo Cabral de Melo Neto

Joăo Cabral de Melo Neto (9 de janeiro de 1920, Recife – 9 de outubro de 1999, Rio de Janeiro) foi um poeta e diplomata brasileiro. Sua obra poética, caracterizada pelo rigor estético, com poemas avessos a confessionalismos e marcados pelo uso de rimas toantes, inaugurou uma nova forma de fazer poesia no Brasil.

Irmăo do historiador Evaldo Cabral de Melo e primo do poeta Manuel Bandeira e do sociólogo Gilberto Freyre, Joăo Cabral foi amigo do pintor Juan Miró e do poeta Joan Brossa. Membro da Academia Pernambucana de Letras e da Academia Brasileira de Letras, foi agraciado com vários prêmios literários. Quando morreu, em 1999, especulava-se que era um forte candidato ao Prêmio Nobel de Literatura.

Sobre sua obra

Quando o leitor é confrontado com a poesia de Cabral percebe-se, a princípio, de um certo número de algumas dualidades antitéticas, por vezes obsessivas. Entre espaço e tempo, entre o dentro e o fora, entre o maciço e o năo-maciço... Entre o masculino e o feminino, entre o Noroeste desértico e a Andaluzia fértil, ou entre a Caatinga desértica e o úmido Pernambuco. É uma poesia que causa algum estranhamento porque năo é emotiva, mas sim cerebral. Melo Neto năo recorre ao pathos ("paixăo") para criar uma atmosfera poética, mas a uma construçăo elaborada e pensada da linguagem e do dizer da sua poesia.

Algumas palavras săo usadas sistematicamente na poesia deste autor: cana, pedra, osso, esqueleto, dente, gume, navalha, faca, foice, lâmina, cortar, esfolado, baía, relógio, seco, mineral, deserto, asséptico, vazio, fome.

Curiosidades

* Estranhamente, Joăo Cabral escreveu um poema sobre a Aspirina, que tomava regularmente, chamando-a de "Sol", de "Luz"… De fato, desde sua juventude Joăo Cabral tomava de três a dez aspirinas por dia. Em entrevista à "TV Cultura", certa vez, ele contava que boa parte da inspiraçăo (inspiraçăo sempre cerebral) provinha da aspirina, que a aspirina o salvava da nulidade!
* Joăo Cabral de Melo Neto năo compareceu a nenhuma reuniăo da Academia Pernambucana de Letras como acadêmico, nem mesmo a sua posse



***



João Cabral de Melo Neto (1920-1999) was born in the state of Pernambuco, Brazil, and is considered one of the greatest Brazilian poets of all time.

He is often quoted saying "I try not to perfume the flower". His works are said to be dry, devoid of exaggerated emotions that is usually associated with poetry, sticking usually to images and actions and physical descriptions rather than feelings. The image of an engineer designing a building is often used to describe his poetry. It usually follows a strict meter and assonant rhymes.

He worked as a diplomat for most of his life.

In 1990, he won the Camões Prize, the greatest prize in literature of the Portuguese language. In 1992, João Cabral received the Neustadt International Prize for Literature, which some consider to be almost as prestigious as the Nobel Prize.

Melo Neto's most famous poems are:

"Morte e Vida Severina" (translated in part by Elizabeth Bishop as "Death and Life of a Severino"), his most famous work, is a very long narrative poem (in most editions it goes over 80 pages) that describes the life of a poor country man in the dry northeastern part of Brazil.
"Uma Faca só Lâmina" (A Knife All Blade) is also considered to be one of his best works, and was translated to English in 1980. The poem is about the many ways to describe "that sorrowful absence in a man".
"Cão sem Plumas" (A Dog Without Feathers) describes the Capibaribe river of Pernambuco, and the poverty-stricken community that surrounds it.

Poetry

Pedra do Sono [Rock of the Sleep] (1942)
Os Três Mal-Amados [The Three Not-loved] (1943)
O Engenheiro [The Engineer] (1945)
Psicologia da Composição com a Fábula de Anfion e Antiode (1947)
O Cão Sem Plumas [The Dog Without Feathers](1950)
O Rio ou Relação da Viagem que Faz o Capibaribe de Sua Nascente à Cidade do Recife [The River or Relation of the trip that Capibaribe does from its source until the Town of Recife](1954)
Dois Parlamentos [Two Parliaments](1960)
Quaderna (1960)
A Educação pela Pedra [The Education through the Rock] (1966)
Museu de Tudo [Museum of Everything] (1975)
A Escola das Facas [The School of the Knives] (1980)
Auto do Frade (1984)
Agrestes (1985)
Crime na Calle Relator (1987)
Primeiros Poemas [First Poems] (1990)
Sevilha Andando [Walking Sevilla] (1990)






poezii poezii poezii poezii
poezii
poezii Portal de Literatura, Poesia e Cultura. Escreva e desfrute os artigos, crônicas, prosa, poesia clássica e concursos. poezii
poezii
poezii  Busca  Agonia.Net  

A reprodução de qualquer material sem a nossa permissão é estritamente proibida.
Copyright 1999-2003. Agonia.Net

E-mail | Regras para publicação e de privacidade

Top Site-uri Cultura - Join the Cultural Topsites!