agonia
portugues

v3
 

Agonia.Net | Regras | Anúncios Contato | Participar
poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
armana Poezii, Poezie deutsch Poezii, Poezie english Poezii, Poezie espanol Poezii, Poezie francais Poezii, Poezie italiano Poezii, Poezie japanese Poezii, Poezie portugues Poezii, Poezie romana Poezii, Poezie russkaia Poezii, Poezie

Poesia Pessoais Prosa Roteiro Crônica Imprensa Artigo Comunidades Concurso Especial Técnicas literárias

Poezii Românesti - Romanian Poetry

poezii


 

Textos do mesmo autor




Traduções deste texto
0

 Comentários dos membros


print e-mail
Visitas: 2219 .



Crime no Pantanal
artigo [ Livros ]

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
por [marthabaptista ]

2010-03-12  |     | 



Quase 40 anos após ser cenário do livro “Bar Don Juan” de Antônio Callado, a cidade de Corumbá, situada no Pantanal sul-mato-grossense, na fronteira com a Bolívia, volta a ser palco de um romance de um autor de peso na literatura brasileira. Trata-se de “Ladrão de cadáveres”, cujos originais foram entregues à editora Rocco pela autora Patrícia Melo, de acordo com nota veiculada esta semana na Coluna do Ancelmo, no jornal carioca O Globo. O livro deverá ser publicado em maio próximo.
“Ladrão de Cadáveres” é o oitavo romance de Patrícia e o primeiro a ser lançado por sua nova editora. Em setembro passado, depois de 16 anos na Companhia das Letras, a premiada escritora paulista mudou-se de mala e cuia para a Rocco. Na época, Patrícia declarou ao jornal Estado de São Paulo: “Foi uma troca amistosa, uma negociação profissional, sem nenhum ressentimento".
A Rocco vai reeditar seus sete livros – todos policiais, entre eles, “Inferno”, que ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura em 2001. Os outros são: “Acqua Tofana” (1994), “Matador” (1996), “Elogio da Mentira” (1998), “Valsa Negra” (2003), “Mundo Perdido” (2006 ) e “Jonas, o Cropomanta” (2008).
Segundo matéria do Estado de São Paulo (www.estadao.com.br), Patrícia - que é casada com o maestro John Neschling - já escrevia o novo livro quando decidiu trocar de casa editorial. O tema da obra é o sequestro de um cadáver por um homem e o tráfico de drogas. "A história se passa em Corumbá, no Mato Grosso, uma cidade úmida e intensamente iluminada por um sol brilhante, que contrasta com a ação sombria da narrativa”, disse a autora ao jornal paulista.
A reportagem conta que mais uma vez a autora “parte do princípio que é o pilar de sustentação de toda sua obra: o homem, em sua essência, tem uma índole má”. Segundo o jornal, essa conclusão “diverge do pensamento do filósofo suíço Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), para quem o homem é bom por natureza - é a sociedade que o corrompe”. “A redenção”, diz a matéria do Estadão, “está no amor e na capacidade de sentir compaixão”, acredita Patrícia. Durante o processo de pesquisa, Patrícia leu a obra do filósofo grego Platão (427-347 a.C.), em especial o diálogo Teeteto, que trata exclusivamente da Teoria do Conhecimento. além de colher dados sobre a cidade de Corumbá, onde nunca esteve.

.  |










 
poezii poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
poezii Portal de Literatura, Poesia e Cultura. Escreva e desfrute os artigos, crônicas, prosa, poesia clássica e concursos. poezii
poezii
poezii  Busca  Agonia.Net  

A reprodução de qualquer material sem a nossa permissão é estritamente proibida.
Copyright 1999-2003. Agonia.Net

E-mail | Regras para publicação e de privacidade

Top Site-uri Cultura - Join the Cultural Topsites!