agonia
portugues

v3
 

Agonia.Net | Regras | Anúncios Contato | Participar
poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
armana Poezii, Poezie deutsch Poezii, Poezie english Poezii, Poezie espanol Poezii, Poezie francais Poezii, Poezie italiano Poezii, Poezie japanese Poezii, Poezie portugues Poezii, Poezie romana Poezii, Poezie russkaia Poezii, Poezie

Poesia Pessoais Prosa Roteiro Crônica Imprensa Artigo Comunidades Concurso Especial Técnicas literárias

Poezii Românesti - Romanian Poetry

poezii


 

Textos do mesmo autor




Traduções deste texto
0

 Comentários dos membros


print e-mail
Visitas: 3363 .



Ninguém vê
poesia [ ]

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
por [nadiasantos ]

2012-09-01  |     | 



Toda esta noite o luar brilhou...
E reluziu no céu intensamente
E minha alma assim contente
Com sua beleza se encantou

Neste momento de paz e deleite
Penso em minha alegria
Nas pequenas vitórias do meu dia
Que me faz feliz onde quer que eu deite

Não penso em tristeza, nem desilusão
E como criança inocente, eu também
Vivo o instante, o momento... Vou além!

Ninguém vê brincar dentro de mim
O riso que docemente me acalma
Só eu sinto o quanto feliz está minh'alma

Nádia Santos

.  |










 
poezii poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
poezii Portal de Literatura, Poesia e Cultura. Escreva e desfrute os artigos, crônicas, prosa, poesia clássica e concursos. poezii
poezii
poezii  Busca  Agonia.Net  

A reprodução de qualquer material sem a nossa permissão é estritamente proibida.
Copyright 1999-2003. Agonia.Net

E-mail | Regras para publicação e de privacidade

Top Site-uri Cultura - Join the Cultural Topsites!